Posts Recentes:
Newsletter

Máscara 19 - Quarentena e Violência Doméstica

Artigo originalmente publicado na ADFAS - Associação de Direito de Família e das Sucessões. Para ver o original, clique aqui.



Em matéria publicada no dia 30 de março de 2020, a REUTERS FOUNDATION chamou a atenção para um crescimento exponencial dos episódios de violência doméstica na França em decorrência do início da quarentena lá decretada, de 36% em Paris e 32% no restante do país.


Consta da matéria que em resposta, o Governo Francês disponibilizou 1.1 milhão de euros para organizações de combate a violência doméstica.


No LE PARISIEN, edição de domingo, a Secretária de Estado para a Igualdade entre Mulheres e Homens, MARLÈNE SCHIAPPA, informou que a quarentena realmente compreende um terreno propício para o aumento da violência de gênero, tendo indicado que as autoridades da França buscam medidas de proteção às mulheres vítimas submetidas a confinamento, como a distribuição de locais de apoio nos centros comerciais.[1]


Em outro artigo do LE PARISIEN, o Ministro do Interior, CHRISTOPHE CASTANER, informa a intenção de criar um código de ajuda emergencial nas farmácias e comércios equivalentes.[2]